quarta-feira, dezembro 06, 2006

rapsódia em verde

Há verde pelas ruas e é verde também o cheiro das chuvas.
As heras que trepam ao nevoeiro, sufocam os troncos, húmidos, e os musgos como esponjas coladas nos vidros, são leitos escorregadios de pequenos regatos.
Há verde neste ar que nos pesa, quando se baixa sobre os corpos e telhados, tingindo-os, encolhendo-os às telhas, aos ossos molhados e doridos.
E os instantes de cinza transparente das quentes e breves baforadas, das bocas, das chaminés, morrem em vapores tolhidos.
É verde o ar, são verdes as ruas, é verde também o cheiro das chuvas.
E só às árvores agrada esta agonia porque tingem as folhas desta sede e como gigantes cachecóis abafam-nos com uma vida que pulsa em verde

6 Comments:

Blogger Pecaaas said...

Depois de uns dias ausente em terras de Àfrica, cá estou de novo para saber as últimas!
Abr
Pedro

9:37 da tarde  
Blogger SGC said...

O verde sufoca mas tb reprime
(sábio,o seu equilíbrio)*

11:27 da tarde  
Blogger perola&granito said...

............♥
...........***
..........*****
.........*Boa*
........*********
......************
.....**Semana**
....****************
...******************
..********************
..........****
..........****
..........****

12:05 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

A chuva cedeu ao frio a que o sol não basta.
Mais dez e os dias começam a ser maiores.

1:48 da tarde  
Blogger Bastet said...

Olá Pedro! Sejas bem vindo de terras quentinhas (que foste fazer à minha terra, hein?) :)*

SGC: aqui por terras de Sintra o verde expande-se nos dias de nevoeiro e quase parece engolir-nos!

:)* coisas novas pelo teu blog Pérola? Vou cuscar!

E eu que gosto tanto dos dias mais longos Erecteu, e do sol, e do calor, e da praia, BOLAS!!! QUERO O VERÃO! :)

3:14 da tarde  
Blogger batista filho said...

Existe um dito popular:

"Quem avisa, amigo é!"

Pois é, cara amiga... tenho de lhe avisar... sabe, eu acho que aprontaram contigo numa certa ilha...

7:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home