terça-feira, julho 11, 2006

vague

Nas águas apressadas que a medo se tornam vagas para que o mundo não as derrube, vivem as gotas pequeninas e assustadas que se deslumbram convictas de uma fé solidária e que partem trémulas, de mãos dadas, à conquista das brancas nuvens. E se chovem, renascidas, lembrando crianças fragilizadas, tudo levam em fortes enxurradas que já são vagas novamente.
a uma amiga muito amiga.

11 Comments:

Blogger Tempestade said...

Na grandeza do oceano, magnitude aparente de pequenas tormentas, réstias da insegurança dum passado vivido. Sensibilidade e doçura transformadas em pedra de uma alma atormentada que do corpo fez seu escudo, seu rochedo protector.

1:02 da tarde  
Blogger Hipatia said...

Estás outra vez um dia adiantada, não estás?

Olha que eu acho que é só amanhã...

2:11 da tarde  
Blogger Noite said...

Vinha perguntar o mesmo: não é amanhã? ;)

2:44 da tarde  
Blogger Bastet said...

É amanhã sim mas desta forma fui a primeira a dar-lhe os parabéns! :) A verdade é que me baralhei com as datas, para não variar! LOL!!!

3:52 da tarde  
Blogger vague said...

Fizeste de propósito, ah, confessa, crueldade em forma de gente! Só para me veres um dia mais velha,

Bastet'zinha, não fosse isso e as tuas palavras inspiradas e belas comoveriam este árido coração.

( :) )

A sério: Obrigada e amanhã é q é - q eu não recebo parabéns adiantados,

:P***

5:03 da tarde  
Blogger vague said...

Lindo texto, Bastet, obrigada :)*

5:05 da tarde  
Blogger Bastet said...

Ora essa não foi nada de propósito, fora-o e ter-te-ia parabenizado pelo menos com um mês de antecedência para seres quase quase da minha idade :)

5:09 da tarde  
Blogger Barão d'Holbster said...

Isto é imensamente Português, de uma gota de água fazer uma tempestade. Mas é preciso lembrar que uma gota não passa disso mesmo, é só uma gota, não se lhe deve dar demasiada importância...

5:30 da tarde  
Blogger batista filho said...

É por essa e outras que és tão especial, amiga: mesmo cometendo um engano, acertas na mosca! rss.
Uma beijoca.

2:36 da manhã  
Blogger vague said...

hum, eu não sou uma mosca, ora essa


Já viste isto, Bastet? :)

4:13 da tarde  
Blogger Bastet said...

Pois não, és uma melga! ;)

4:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home