sexta-feira, junho 09, 2006

os acentos nos és

Vamos por os acentos nos és. Para que se afirmem. Para que não sejam i nunca mais. Estou em fase afirmativa. É desta maneira - a que aponto - declarada, positiva, solene, que o digo: Não às continuidades absurdas. Esses intermináveis elos de ligação do passado ao futuro, que arrastam consigo misérias, hábitos, familiaridades confortáveis. Prolongamentos doentios de partidas medíocres. Não quero jogar a terceira parte de nenhum campeonato. Há quem viva desses is bolorentos. Longos parágrafos sensaborões sem o corte revolucionário, a sedução da frase curta. Ah! a pimenta que tem um é! Vejam que os acentos dão sal às palavras, que estas são a salada da vida. Não gosto do e depois. Já me cansa. Já me enfastia. Por mim rabiscava-os a todos de forma aguda. É depois do acento que a vida acontece. Doravante hei-de grafitar os és. Porque as minhas palavras são minhas, posso dizer-vos que é assim.

16 Comments:

Blogger vague said...

Fora com os antes e os depois, viva os éés! Acentue-se a determinação e que flua a democracia :)

12:27 da tarde  
Blogger Alcabrozes said...

O inglês não tem acentos...
Deve ser difícil para eles progredirem...

pedro a.

3:10 da tarde  
Blogger SGC said...

(É assim?"É!")
Gosto da determinação!
Por aqui,a a fase da frase longa e bolorenta;-)
*

3:21 da tarde  
Blogger Bastet said...

vaguezinha: Viva é,é,é :)

Mas, pedro, não se confundem os "and" com os "it is"...

SGC: deixa lá, que é sempre o bolor que nos leva a abrir as janelas.

3:26 da tarde  
Blogger mc said...

Os és, os ís, os ós, os ás...
Gostei imenso do teu texto!
Afirmativo, decidido, capaz!!!

bjos. bom fim-de-semana

4:38 da tarde  
Blogger vague said...

a e i o u
ando a ensinar as vogais à minha sobrinha :)

4:48 da tarde  
Blogger adesenhar said...

pois é...
é a vida...
vamos lá grafitar os és
com ou sem bola nos pés.

esquisso:obrigado pela excelente participação no rola a bola e...
(sem é).

;)

4:50 da tarde  
Blogger Hipatia said...

De que serve a vida se nos deixamos secar a um canto, por mais que nos digam que nesse canto corre um rio de águas mansas? Antes os rápidos tormentosos onde o acaso acontece e a vida ainda nos deixa um qualquer gosto na boca a muitos ééé :))

7:38 da tarde  
Blogger Mr_Lynch said...

Cara Bastet;
Concordo com a menina, mas... e Saramago, coitado? ;-)
*

9:13 da tarde  
Blogger Su said...

gostei de ler.te
jocas maradas de és

10:34 da tarde  
Blogger AmigaTeatro said...

És tontinha ;P*

8:11 da tarde  
Blogger Bastet said...

:) obrigada a todos por passarem aqui, é ou não é?

10:33 da manhã  
Blogger Softy Susana said...

é!

6:33 da tarde  
Blogger jakim said...

Uzassentos nuzés fáxavôre. Hé que não intendi mêmu nada. Inda se faláçe da slessão...

8:51 da tarde  
Blogger jp said...

é favor juntar os és de antes de agora e do que virá, ou tudo isto se transformaénumagrandemerda!!
ai é, é!

10:02 da tarde  
Blogger batista filho said...

Isso é que é ser positiva!!!
Uma beijoca, amiga.

3:25 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home