segunda-feira, maio 29, 2006

o ataque das traças

Sobre o céu bailavam as traças escurecendo a luz amarela da imensa chaminé. Desfazendo a lã das obsoletas camisolas numa noite de Verão e linho. Dispam-se as roupas e os preconceitos que a música da guitarra ainda trinava na lembrança, aconchegando a vida de ovos doces e moles. Braços de água com sal e afoitos marinheiros na arte de navegar corações, cruzando impossíveis distâncias, até à perfeita serenidade de um outro lar. Rostos bonitos de olhos imensos, confessando que há mais para além destes dias, emprestando a mão igual a crianças diferentes. Faz-se a poesia trilhando em conjunto as calçadas, pondo os passos na sintonia de um destino similar. Intervalam-se os quotidianos para se pescarem tão longe as semelhanças, semeando uma nova saudade. Também as traças voam juntas pela primeira vez. Aconchegando-se ao apelo da luz. Há incansáveis faróis que teimam no escuro em apontar um outro caminho. Que abrem as portas e dão guarida ao futuro. E não há palavras que se digam depois. Acreditemos que pudessem perceber no nosso sorriso a vontade de voarmos juntos uma outra vez.

a um farol.

13 Comments:

Blogger MRF said...

ah as traças! se Hitchcock tivesse estado lá, Os Pássaros seriam outros :))

e obrigada, bastet, que este cesto é mais doce que os ovos de cá... e faz melhor!

4:39 da tarde  
Blogger Elipse said...

noites mágicas em Aveiro, com asas por todos os lados.
Belo texto, menina!

6:26 da tarde  
Blogger Bastet said...

Obrigada sou eu MRF e muito. :)*
Fez-se magia não foi Elipse? :)*

8:27 da tarde  
Blogger jp said...

bigodes pá
que o farol te ilumine e se cegue na luz do teu sorriso ;-)
ups!...desculpa! ( que porra de travão sensivel...)

10:52 da tarde  
Blogger Bastet said...

:) jp mais uns kilómetros e habituas-te ao travão. Não podes é desistir agora! Tens de treinar muito. Que dizes? ;)

11:09 da manhã  
Blogger jp said...

digo que sim bigodes
até parece que sou gaja de desistencias ;-)
e VAI LER O MAIL se faz favor

12:29 da tarde  
Blogger Bastet said...

Ups! Já tá! Respondi-te com um desafio que já sei que não és mulher para os recusar! :)

12:50 da tarde  
Blogger SGC said...

Eu gostava de ser uma traça...
(sobretudo,de me alimentar de felicidades passadas dos humanos,gozando essa felicidade, sem nenhum esforço aturado...)
*

12:52 da tarde  
Blogger manhã said...

há faróis,mas também há rochas escondidas.certo?

11:12 da manhã  
Blogger Bastet said...

SGC: estou a imaginar-te a comer camisolas pelo Inverno :)*

Manhã: o facto de existirem rochas escondidas e outras, mais descaradas, a descoberto, é a razão de ser dos faróis. :)

11:32 da manhã  
Blogger jp said...

Claro que perceberam
não estivemos sempre a beber ;-)
bigodes pá,
o mar está calmo bora beber uma bejeca e fumar uma cigarrada

11:36 da tarde  
Blogger Bastet said...

Está feito Jaquelina! Pode ser já este Sábado! Boot?

12:04 da manhã  
Blogger jp said...

estou a trabalhar BUÀAAA!!!

10:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home