sexta-feira, novembro 25, 2005

deus esse eterno acordado

1. títulos alternativos: "preces malditas"; "dias com muita pinta"; "minha casa meu cárcere"; "a insónia divina"; "sonho dela, pesadelo meu".
2. estrutura do post: aviso; analepse; contexto; lamúrias e apelos; pragas e apoteose final.
2.1. aviso
Atentai pais nas preces de vossos filhos pois Deus não dorme.
2.2. analepse
Qual Martin Luther King, soube, há não mais de quinze dias, que a minha filha tinha um sonho. Fui buscá-la ao infantário e a sala estava mais vazia que o costume. Abandonada por várias irrequietas crianças, a educadora parecia-me mais em paz que o habitual, mais dada ao diálogo e ao relato dos acontecimentos - Foram mais sete para casa com varicela - disse-me com um sorriso verdadeiramente iluminado. Olhei para a minha filha procurando pintas. Nada. Apenas um ar tristonho e desiludido com a sua saudável existência. Ah, - acrescentou a educadora mesmo à nossa saída - a sua filha quer ter varicela.
(o diálogo é a transcrição fiel das citações proferidas)
-Queres ter varicela? Mas olha que é uma grande chatice!
-Mas ia para casa contigo, podia ver o Disney todo o dia e, mãe (este "mãe" é dito com uma entoação particular, mais forte, mais apelativa e suplicante) todos os meus amigos têm varicela!
-Pois, e se todos os teus amigos partirem a cabeça, tu também queres partir, não? Não houve resposta. Só um olhar estupefacto que, me pareceu, indiciava que sim...
2.3. contexto
Quem me tem lido, e deixo aqui o agradecimento com o apelo à fidelização, sabe que estes últimos dias não têm sido propriamente fáceis. A miúda veio para casa uns dias depois do relato da analepse supra, mas com uma otite e amigdalite. Nada de varicela. É certo que na primeira noite, cerca das cinco da manhã, quando acordei com a tipa a queixar-se de sede e calor, ela ainda teve a presença de espírito, apesar dos 39ºc de febre, para me dizer que tinha uma comichãozinha na perna, e para me perguntar com um arzinho esperançoso, se não seria a ambicionada doença.
Depois, foi o normal desenrolar dos factos: ela ficou boa e eu adoeci. Estou ainda com uma voz de bagaço rasca e com uma tosse que afasta, a medo de contágio, quem por mim passa. Apesar deste estado mais ou menos decadente, fui trabalhar. Sabem lá quão leves são as tarefas profissionais depois de vinte e quatro sobre vinte e quatro com a minha filha...
Hoje toca o telemóvel antes da hora de almoço. Estou? Mãe? (tratam-nos a todas por mães, tipo Sr. Vitor do gato fedorento, só para facilitar) Fala do colégio, é para dizer que a sua filha está com varicela. Está tão contente!
Falei com o pediatra, corri para a farmácia, fui buscá-la. Abro a porta da sala e vejo-a rodeada de olhares curisos, exibindo vaidosa umas borbulhas nas costas e contando em voz alta e convincente, o relato de uma queda em que esfacelou todo um joelho vai para mais de um ano... Olha para mim. Olho para ela. Vês mãe o meu sonho realizou-se, pedi a Deus e Ele deu-me a varicela!
Deus não dorme. Essa omnipotente Criatura Sagrada teve um tempinho para ouvir as preces da minha filha! Quanto a mim, assim que acabar este post e for para a cama, já vou ter uma conversinha com Ele!
2.4. lamúrias e apelos
Já ouvi muita coisa, uns falam-me em quinze dias outros, talvez adivinhando o desepero e o estado pré-depressivo na minha rouca mas ainda expressiva voz, diminuem a sentença para sete ou oito. Digam-me vós que me lêem, da duração deste meu cárcere, do quão longo será este calvário, verdadeiro purgatório em vida de uma desesperada mãe agrilhoada ao sonho nefasto da sua filha. Venham visitar-me! Mandem-me e-mails!
Breve apontamento: para os mais curiosos pelos dados estatísticos refere-se que a contagem ia às 23.00 horas (hora local) em 24 borbulhas assumidas e treze nasciturnas.
3. pragas e apoteose final
Passem este post a pelo menos dez amigos nos próximos dez minutos ou contrairão varicela!
dez amigos- a vossa obrigação
quinze amigos - pelo menos uma visita por dia! Oba, oba!
mais de quinze - não exagerem que também tenho mais que fazer (por Caladryl nas borbulhas) e não tenho casa para receber tanta gente.
(a leitura deste post não é talvez aconselhável a católicos ferverosos e incapazes de compreenderem a ira de uma mãe revoltada com a insónia divina)

22 Comments:

Blogger Softy Susana said...

LOL!
Só tu, para conseguires escrever um post destes, sobre este assunto, com este humor, com esta ternura e com tanto encanto! A pestinha da tua filha é um doce! E pelos visto "o deus dela" aprecia-a!

10:56 da manhã  
Blogger Bastet said...

ai Susanita que saudades das férias! hoje dizia-me a "fera", oh, mãe já percebi que este foi um desejo mau... pudera! as p#$tªs das borbulhas multiplicam-se mais que coelhos e a comichão aflige-a! Vai daqui um beijo com muita saudade para a menina com o sorriso mais aberto do algarve. :)***

12:03 da tarde  
Blogger MRF said...

fizeste-me sorrir... de saudades desta desgraça, que agora há outras para curtir, é sabido. É que as minhas filhotas decidiram apanhar varicela para o baptizado. decididamente deus gosta de varicela. uma começou 15 dias antes e ainda ia cheia de marcas das bolhas, a outra começou no pp dia do baptizado com 39 de febre. acho que podíamos criar a prece das mães que desconfiam desta atracção de deus por bolhinhas que dão comichão e febre.

e as melhoras para as duas!

1:10 da tarde  
Blogger Zu said...

Por cá, a varicela foi prenda de um Natal, quando a idade era muito próxima da da tua piolhita emborbulhada.
Não durou mais que uma semana, e foi mais suave do que eu temia. Mas nem sempre é assim, lamento dizer-to - e as borbulhas incomodam a valer.
Não te vou visitar, que precisas de paz e sossego e não de mais uma cachopa aos pulos. Mas deixo um beijo muito grande para a piolhinha e outro, maior ainda, para a não menos sofredora mãe.

3:53 da tarde  
Blogger Hipatia said...

"Anoche soñé que oía
a Dios, gritándome: ¡ Alerta!
Luego era Dios quien dormía,
y yo gritaba: ¡ Despierta!"

António Machado

:)))

As melhoras. E pode ser que eu ainda dê uma ajudinha, certo?

6:58 da tarde  
Blogger Zumbido said...

Deus não dorme, dizem, e pelos vistos usa truques baixos para te fazer gerar 'postes' fantásticos. Agradeçamos a Deus, então.

7:09 da tarde  
Blogger Lumife said...

Apoiamos a Candidatura de MANUEL ALEGRE à Presidência da República.

Bom fim de semana.

7:39 da tarde  
Blogger Barão d'Holbster said...

Eu também pedi a deus para te dar varicela. Assim tens mais tempo para escrever e visitar todos os bloggistas que te visitam. E depois, passar o dia a por creme em borbulhas deve ser o sonho de metade das pessoas que estão a trabalhar durante estes dias chuvosos...

9:17 da tarde  
Blogger Zumbido said...

Passei mais de uma hora à procura deste 'link'... http://www.publico.clix.pt/calvin_and_hobbes/tiras/calvin2000/julho/calvin20000711.gif

9:28 da tarde  
Blogger perola&granito said...

Bom fim de semana e um beijinho para a pequenina lindaaaa

9:30 da manhã  
Blogger Mocho Falante said...

ahahahahahaha, bastet no seu melhor, mesmo estando eferma....

Espero que tudo aí por casa e fique mais puro porque pelos vistos a tua filha tem uma cunha muito importante lá no Céu.


Beijocas

PS: já passei este post a 14 pessoas, pelo sim pelo não

2:39 da tarde  
Blogger Bastet said...

Ufa tenho agora um bocadinho para vir aqui!
Querida MRF! Dose dupla, deve ser fogo!!! Fiquei ainda com mais vontade de te conhecer depois dos relatos que ouvi de uma noite magnífica na terra dos ovos moles. Para a próxima, se não houver mais nenhum pedido da minha filha tipo sarampo ou escarlatina, lá estarei! Um beijo :)*

Zu, por cá a varicela antecipou-se ao Natal mas tenho muito receio da carta que a tipa possa ter escrito ao Pai Natal...

Querido Barão! Não fosses tu um gato preto cheio de charme e eu dizia-te! Com que então associaste-te à melga nos pedidos a Deus...O que tu merecias era seres destacado para por Caladryl à rapariga durante vinte e quatro horas para veres se não preferias trabalhar! Um miau, ron-ron para ti ainda assim que eu não resisto a gatos pretos :)

Zumbido: Mostrei o link à melga e ela adorou! foi uam hora de procura bem sucedida :) Um beijo e aguardam-se as visitas!

Pérola&Granito: Um beijo para vocês meus lindos e outro para a caipirita!

Mochinho! Fizeste bem em passar o post porque os vossos comentários dão-me mesmo muita alegria nestes dias cheios de borbulhas e de claustrofobia! Um beijo graaandeee para ti :) E sim, também estou desconfiada que a rapariga tem cunha forte lá nas alturas... sabes é que ela é muito bonita, tem um ar (falso) de anjinho e uns magnificos olhos cinzentos... nem Deus lhe resiste!

Hipatia! Por fim Hipatia! Livra-te de não apareceres que eu morrooooo de saudades das nossas conversas e parvoeiras! Até já, ouviste???

11:44 da manhã  
Blogger jp said...

Tás longe pá, e eu também já apanhei obrigado :-) no estágio de pediatria à long time ago...
O meus piquenos grandes odiaram ter varicela,mas o atarax é muito nosso amigo nesssas alturas...e noutras.
Mas dou-te beijos pois, a ti e à piquena, que o meu incubo anda controlado. melhoras

9:00 da tarde  
Blogger Bastet said...

Pois é JP o atarax é amigo porque tira a comichão é pena é não ser um medicamento democrata... ou seja, devia de dar sono a todos os que o tomassem... à melga, não dá :/
A minha vida é um inferno :)*
Um beijo e obrigada por passares por este blog de tosse e pintas.

9:30 da tarde  
Blogger adesenhar said...

lol
:)
estou à vontade para comentar porque
nunca compreenderei os Desígnios do Senhor.
pelos vistos tu também não... :)
Ele, rapaz trabalhador e zelador da nossa saúde podia meter umas férias de vez em quando!
deves colocar uma vela a arder junto do teu santo protector, mas com mau cheiro, pode ser que espantes os bons e os maus espíritos.Pouco poderei fazer para te ajudar, porque eles estão por todo o lado e pelos vistos acamparam em tua casa.
também já passei por essa anedota e faço uma pequena idéia da dimenssão do teu pesadelo... :|
espero que na altura deste comentário tenhas dado umas vassouradas nos santos ajudantes da boa vontade... :)

as melhoras p/a filhota sonhadora e
para a mãe com pesadelos...

bjks com insónias

9:54 da manhã  
Blogger Caracolinha said...

Lindinha, uma beijoca da caracolinha para ti e para a tua pequenota :)

3:23 da tarde  
Blogger Bastet said...

Pois o problema a-desenhar é que eu não tenho nenhum santo protector... quanto ao mau cheiro já pensei em não limpar o areão dos gatos mas não resulta porque não só não espanta os maus acontecimentos como me atrapalha a mim e aos gatos :)
Vamos ver se Ele se deita a dormir :)
Um beijo para ti!

Beijos também caracolinha :)*

11:14 da tarde  
Blogger . said...

Bom, tu já sabes que esse gajo só dorme quando não deve ...
AR

4:42 da tarde  
Blogger Bastet said...

E por vezes quando quer dormir não O deixam...

6:04 da tarde  
Blogger Isabel Magalhães said...

A Vague tinha razão... está uma delicia! :)

Um beijinho.

1:31 da manhã  
Blogger batista filho said...

Não entendi porquê estás a praguejar contra a tal da "varicela"!! Devias erigir um monumento a tão pequeno incômodo, face - ao POST FANTÁSTICO que te rendeu!!! lolol!!!
Um abraço sorridente.

9:10 da manhã  
Blogger Bastet said...

Obrigada Isabel por passares aqui. Um beijinho bem especial para ti.

Olá Baptista Filho! Agora que a varicela já passou agradeço a quinzena que me permitiu mais do que o post estar bem mais próxima daquela que é a verdadeira autora desta história, a melga fantástica que comigo divide a casa! Obrigada e um beijo.

2:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home