segunda-feira, julho 25, 2005

guerra fria

Olho para ela. Ali, especada, prazenteira. Gorda. Estática. Provoca-me com um amplo sorriso amarelo. Desvio o olhar. Peço um café, à cautela peço-o cheio. Cheio? - Perguntam-me. Sim, cheio! Preparo-me para pagar. Cedo. Olhe, dê-me também aquela bola de berlim.

16 Comments:

Blogger miss caipira said...

Como eu te percebo!!!!
ó hoje- 3 pudins

6:01 da tarde  
Blogger miss caipira said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

6:08 da tarde  
Blogger Zu said...

Vai uma panqueca quentinha? ;)

6:21 da tarde  
Blogger Hipatia said...

Eu só queria uns amendoins bem salgados. Ou presunto, talvez. Ou um queijo curado. Ou talvez uns pistácios. Oh! Qualquer coisa que não seja doce. Sim, sal, quero sal. Muito sal. Que já nem me chega o sal das lágrimas por andar a comer tudo tão ensosso!

7:54 da tarde  
Blogger Mocho Falante said...

E já agora umas sande de torresmo e uma mine preta...ops não pode ser porque fica mal e engorda que se farta, agora uma bola de berlim isso não resisto e se for na praia...

11:37 da tarde  
Blogger Bastet said...

Hip recordo uma vez em que cheguei a casa com um apetite voraz por sal e recordo-me de ter comido uma lata inteira de anchovas. Não satisfeita carreguei o esparguete com grossos grãos de sal e deliciei-me. Depois andei umas horas a beber água :)
Coragem miúda estás aqui estás a poder comer salgadinhos! :)

11:40 da tarde  
Blogger Bastet said...

Uma mine preta e uma sandes de torresmo? Ai que bela ideia! Bolas e agora? Vou atacar o frigorífico. Pelo menos cerveja preta há, isto se o Lord Jeremias ainda não as partiu todas... :)

11:42 da tarde  
Blogger Bastet said...

Zu, então e a receita das famosas panquecas? hum? Sábado não penses que te livras do fogão! Senão levas com os pon pons e com os cartazes em cima!

12:12 da manhã  
Blogger Bastet said...

Miss caipira, três pudins não é nada para quem atura o que tu aturas mulher! Come lá os pudins à vontade!

12:29 da manhã  
Blogger Zu said...

1 chávena de farinha com fermento, meia chávena de leite, 1 ovo, 1 col. sopa de óleo, 2 col. sopa de açúcar. Mistura-se o ovo com o leite e o óleo, e junta-se esse líquido à farinha e ao acúcar. Bate-se bem e fazem-se, de seguida, as panquecas. Com duas piolhas gulosas ao lado, as respectivas mães e demais convivas, ainda sabem melhor.

12:55 da manhã  
Blogger Bastet said...

:) vou experimentar! Caso não resulte guardo-me para a desforra!

12:59 da manhã  
Blogger Buddha Breezer said...

A Gula é dos pecados mais deliciosos que existe...bom proveito!

1:32 da manhã  
Blogger forass said...

E o copo de água?!

10:20 da manhã  
Blogger Bastet said...

É um doce pecado! quanto ao copo de água sabes bem que é só com o café!

11:24 da manhã  
Blogger Asulado said...

Epá, juro que escrevi este post antes de ler o teu!
Em vez de a teres comprado, devias tê-la insultado: "Estás mesmo gorda! Estás balofa! Pareces uma mula, com essa pança..." etc., etc., até chegarem com a camisa-de-forças.

1:55 da tarde  
Blogger Bastet said...

O que me vale são os teus conselhos Asulinho! Andamos a postar simultâneos! :) Mas olha depois ligo-te cá da clínica para onde os senhores de branco me trouxeram! :)

2:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home