quinta-feira, março 10, 2005

estética, simetria e outras provocações

O sentido estético além de pessoal é, pelo menos para mim ignorante na matéria, quase inexplicável. Tenho uma certa tendência para a simetria que creio estar associada à minha afamada preguiça. Para não me deter muito nos arranjos domésticos opto com naturalidade pela estética simétrica. Vela de um lado, vela do outro; boneco de um lado, boneco do outro, forma razoável de não ferir muito o meu sentido estético e, sobretudo, de não perder muito tempo em hipóteses mais elaboradas ou sofisticadas mas porventura mais originais e arrojadas.
Ora, a dúvida instala-se quando não existem dois objectos entre si similares. Nesta fotografia que ladeia as minhas palavras (roubada do site habitual), eu colocaria decididamente a flor do lado esquerdo sem que, no entanto, saiba dizer porquê. Mais curioso será, aliás é, a fotografia agradar-me precisamente porque me contraria, porque me provoca, é arrojada. E é aqui que reside o cerne da questão. Extrapolando para outros recentes "não sei quê" pessoais, vejo-me estarrecida mas eventualmente esclarecida, a saber, do lado esquerdo fico eu e ninguém te mandou provocar-me!

3 Comments:

Blogger The Challenger said...

Como é possível, nem um sequer comentário a esta afirmação ideológica... andamos todos apoliticos, desacreditados de tudo e todos. Olha, mais à esquerda, mais à direita, no centro...! Na verdade o que importa é que agrade ao olho.

8:36 da tarde  
Blogger Bastet said...

:)

12:16 da manhã  
Blogger Bastet said...

:)

12:16 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home