quarta-feira, setembro 01, 2004

adequabilidade líquida

-Traga-me um gin tónico por favor.
-Um gin? Mas, trago aqui a pasta para despacho.
-Sim um gin. Ou não sabe o que é?
-Sei, mas creio que não faz parte das minhas funções servir gin tónico.
-Ah... e um whisky com castelo?
-Está a brincar, já percebi.
-Não, não brinco com coisas sérias.
-Não faz parte das minhas funções servir bebidas...
-Então e o café para a reunião?
-Mas isso é diferente, não é?
-Porquê? Se for café já pode ser?
-Sim e é se for para a reunião.
-E se for para despacho?
-Não sei, creio que sim.
-Crê? Afinal é uma questão de crença?
-Talvez de adequabilidade...
-O gin não lhe parece adequado ao despacho, é isso?
-Não, não é isso...
-Então o que é?
-Eu trago-lhe o gin.
-Certo e deixe a pasta do despacho.



5 Comments:

Blogger marvin said...

Um dos posts mais divertidos que li ultimamente. Gosto muito desse hooliganismo argumentativo.

4:03 da tarde  
Blogger Alcabrozes said...

Olha que aqui o único hoolligan sou eu, hein?
Vê lá, pá, tu vê lá...

o net pulhaPS: ...E tem cuidado nos parques de estacionamento...

4:11 da tarde  
Blogger Rui said...

Por falar em café, imagino o rapaz despenteado dos patinhos no palco daquele bar, compenetrado no xilofone, e no centro o Tiago Guillul a cantar "abrem-se os olhos e as pestanas, com a verdade me enganas". Tens razão, saia pois um gin tónico, é preciso rentabilizar o pessoal.

7:53 da tarde  
Blogger EU nos dias e Hoje said...

Olha depois deste Post- serves-me uma Jack Daniels com 2 pedras?
Óptimo

8:07 da tarde  
Blogger forass said...

Só tenho uma palavra: Lindo!

5:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home