terça-feira, julho 27, 2004

patchwork

 Sou a manta de retalhos retalhada, toda feita de retalhos tristemente coloridos pela força do calor de uns Invernos.
Sou a manta que se põe e que se guarda, que acolhe e que se esquece...
Sou talhada de pedaços bem distintos, pelas mãos que me cerziram sonhos e destinos tão diversos, que já nem sei que fins, que meios, que começos.
Sou a manta que te tapa, se perdido, também tu em mim te perdes, se procuras em mim esse conforto, em que dormes e te aqueces.
Sou essa manta de retalhos escolhidos, de pedaços de tecido alinhavada, que se perde e se acha noutro dia, noutra cama estendida e resguardada.

2 Comments:

Blogger púrpura said...

Ua vez fiz uma manta de retalhos pequenina para o meu gato. Fazê-la soube-me a ternura.

10:52 da tarde  
Blogger Bastet said...

Lembro as mantas de retalhos que a minha avó fazia com muita ternura, uma manta é sempre um aconchego!

11:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home